• Anuncie: 17 9201-0863 claro
  • contato@voceemcasa.com.br
NOTICIAS - Cidade


Moradora de Mirassol é a 14ª a morrer por H1N1

Moradora de Mirassol é a 14ª a morrer por H1N1

Cidade

A mirassolense Arlete Margarido Ferreira, de 54 anos, foi a 14ª pessoa a morrer por gripe suína na região de Rio Preto. É a terceira morte registrada pela doença em Mirassol. Arlete estava internada na UTI do Hospital de Base de Rio Preto desde o dia 3 de março e morreu na madrugada desta segunda-feira, dia 21. Para tentar conter o avanço da doença, começa nesta quarta-feira, dia 23, campanha emergencial de vacinação contra gripe.

As doses da vacina, que ficam à disposição do público-alvo até o dia 8 de abril, já chegaram nos 26 postos de saúde de Rio Preto. Outras 66 cidades, todas na região, vão realizar a vacinação. A meta é imunizar 323,7 mil pessoas. Dessas, 122 mil são de Rio Preto. Tem direito à vacinação idosos, crianças de seis meses a 4 anos e 11 meses, trabalhadores da saúde, pacientes crônicos, além de detentos.

Para ser imunizada, a pessoa tem de ir até o posto de saúde mais próximo de casa, portando documentos pessoais e caderneta de vacinação. As pessoas com doenças crônicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

“Somente esta região vai receber esta dose extra de vacinação pelo fato de concentrar a maioria dos casos do Estado”, explica Marcos Boulos, coordenador de controle de doenças da Secretaria de Estado da Saúde. “É importante destacar que quem tomar a vacina agora não estará desobrigado de também tomar a vacina durante a campanha nacional, que terá início em 30 de abril, uma vez que se tratam de vacinas diferentes, isto é, a composição da vacina que será utilizada durante a campanha nacional será diferente, uma vez que esta composição pode mudar em decorrência dos vírus circulantes em cada ano”, destaca Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria.

A vacina usada nesta campanha extra é composta pelos vírus A/California (H1N1); A/South Australia (H3N2) e B (Puket). No caso da vacina de 2016, a proteção será contra o vírus A/California (H1N1); A/Hong Kong (H3N2); B/Brisbane. Importante é dar intervalo de 30 dias entre as duas vacinações para não correr o risco de sofrer complicações de saúde com a superdose, alerta o Ministério da Saúde.

Mesmo no grupo de risco, a dona de casa Antonia Lopes Careno, de 65 anos, de Fernandópolis, deixou de tomar a vacina contra a gripe no ano passado. “Minha mulher não queria tomar, porque sempre sentia ardência no local que recebia a agulha”, diz o marido dela, Gilberto Careno. Antonia morreu no dia 15 de março, vítima do H1N1. Apesar da morte, Fernandópolis ficou fora das cidades que terão vacinação.

 

Fonte: diariodaregiao


Comentário

VEJA TAMBÉM

Categorias

Em destaque

FLOR DA TERRA

São José do Rio Preto-SP.

(17) 3227-5490

Super Interior Informática

São José do Rio Preto-SP.

(17) 99201-0863

Delarco Construtora e Negócios Imobiliários Ltda.

São José do Rio Preto-SP.

(17) 3304-1000

Automatize-tech

São José do Rio Preto-SP.

(17) 3021-6890

Cao Panheiro MA

São José do Rio Preto-SP.

(17) 3224-0378